Quatro saudades que sempre sinto

Quatro saudades que sempre sinto 5
De vez em quando bate aquela nostalgia da vida e eu fico pensando em algumas coisas que aconteceram que eu sinto falta.

Assim cheguei no tema desse post: Quatro saudades que sempre sinto.

Não que eu queira ficar voltando no tempo e vivendo momentos de novo, é como sentir saudades de pessoas conhecidas, quero ver novamente e criar novas lembranças.

  • Brendon UrieQuatro saudades que sempre sinto

Eu conheci (de verdade) o Brendon em 2009. Era a primeira vez do Panic! At the Disco no Brasil, mas claro eu não tinha dinheiro para o ingresso, o valor era muito absurdo por ser um festival cheio de bandas blablabla.

Então minha alternativa foi ir até o hotel. Sim, eu dei uma de doida e fui até a porta do hotel em São Paulo esperar por ele.

A espera nem foi longa assim, fiquei menos de uma tarde. Conversei com o segurança pessoal/amigo/faz tudo dele que chama Zack. Ele foi super simpático e me prometeu avisar o Brendon que tinha gente esperando por ele. Éramos pouquíssimos fãs esperando e ele veio!

Tirei foto, peguei autografo, trocamos umas palavras e ele foi um amor. Sinto saudades de abraçar esse menino de novo. <3

  • ParatyQuatro saudades que sempre sinto 1

Em 2011 peguei férias junto com o marido no meio de setembro.

Queríamos viajar, já fazia bastante tempo que não íamos a lugar algum e eu escolho Paraty. Tinha muita vontade de conhecer a cidade e fomos de carro.

Uns dias em Ubatuba e depois fomos até lá.

Me apaixonei pela cidade. Achei tudo lindo e nem o dia chuvoso me incomodou.

Só não ficamos mais porque não teria mais diárias no hotel. Estava perto de começar o Paraty em Foco (que é um evento de fotografia que ocorre por lá todo ano) e eles já tinham todos os quartos reservados.

Desde então nunca mais voltamos, mas quero muito visitar a cidade de novo, vale muito a pena.

  • Trabalhar na Av. PaulistaQuatro saudades que sempre sinto 2

Em 2012 eu trabalhei numa empresa na Avenida Paulista. Independente do que eu fazia ou com quem trabalhava, trabalhar na região da avenida é maravilhoso.

Eu estava bem próxima da FNAC e ia para lá quase todos os dias no almoço. As vezes lia, as vezes eu aproveitava mesmo as poltronas para tirar um cochilo! hahah

Tenho a impressão de que tudo acontece por lá. Sempre tinha umas ações promocionais, gente famosa filmando, etc.

Outra coisa que eu gostava é que, apesar do metro ser uma loucura, eu nunca levava mais que 1h30min para chegar no trabalho. Raríssimas exceções.

Acho que em 2012 foi o ano que mais li livros, porque o caminho era de certa forma tranquilo e eu podia ler o tempo todo.

Saudades Paulista.

  • My Chemical RomanceQuatro saudades que sempre sinto 3

Nem preciso falar muito desse item né?

Já tenho um post enorme sobre o que é o My Chemical Romance para mim e etc.

Esse ano completaram 2 anos do fim da banda. Acho que superei em partes,  já não bate aquela bad e tal, mas vai ser uma saudade eterna.

Sem novas músicas, sem esperança de shows… Haja saudade.


Como eu disse não quero voltar no tempo, apenas gostaria de viver novos momentos e matar essas saudades.

E você, sente saudade de que?