A loucura das fraldas

fraldas postJuro que logo que descobri que estava grávida comecei a pesquisar sobre essa coisa das fraldas.

Confesso que falhei miseravelmente.

Mesmo lendo um monte de textos, de resenhas de blogs, indicações de outras mães, estou até agora tentando entender essa loucura de fraldas. Preço, tamanho, qualidade.

Acho que de todos os pontos o que mais me deixa confusa é o preço. Cada marca de fralda vem com um numero diferente de fraldas por pacote. Eu fiquei semanas pesquisando preços e nunca entendi qual seria mais barata.

A verdade é que o mais perto disso que cheguei foi calcular o valor unitário de fraldas de acordo com o preço do pacote.

Pode parecer fácil para você aí lendo, mas eu já disse em outro post que não sei nem contar o troco do pão, como ia chegar nessa conclusão né.

Tamanho já vi que é um eterno problema, porque cada uma tem peso diferente de acordo com o tamanho. A M de uma marca Y pode não servir no bebe como a M de outra marca X.

Por via das dúvidas o melhor é ir pelo peso, mas os modelos das fraldas também variam e mesmo indo pelo peso ela pode não servir no corpo do bebe tanto quanto outra marca serviria.

Com relação a qualidade cheguei a conclusão que só testando mesmo para saber qual EU ACHO que tem a melhor qualidade.

Sim, qual eu acho, porque lendo muito depoimento e resenha de mãe por aí vi que nenhuma marca de fralda é unanime, sempre tem alguma reclamação.

Claro que as mais famosas como Huggies e Pampers (essa principalmente) tem muita gente para defender a qualidade, mas isso não quer dizer que a mais famosa e/ou mais cara é a melhor.

Nesse quesito o negócio é ver na prática.

Já recebi indicações de conhecidos de várias marcas, com o tempo vou testando até achar qual eu e meu filho nos damos melhor.

Se você tem alguma indicação pode deixar nos comentários, todas serão anotadas para futuros testes hehe.