• Etc

    Exposição Kubrick no MIS

    Stanley Kubrick era diretor e produtor de cinema. Dirigiu filmes clássicos como O Iluminado, Lolita e Laranja Mecânica (meu favorito diga-se de passagem).  Em outubro do ano passado chegou ao Museu da Imagem e do Som de São Paulo uma exposição inédita na América latina que traz  documentos originais, como materiais em áudio e vídeo e diversos objetos de cena, documentos e fotos utilizados nos filmes de Kubrick. A exposição é divida em 16 ambientes, cada um com tema de um filme do diretor. No último sábado dia 04 o horário de visitação foi estendido até as duas da manhã e achei que era uma ótima oportunidade para ir sem medo de…

  • Etc

    Impossível não amar: Tom Hiddleston

    Tom Hiddleston é um ator inglês de 32 anos que ficou conhecido por interpretar o personagem Loki no filme “Thor” de 2011 e mais tarde em “Vingadores” em 2012. É tanto carisma e talento numa só pessoa que Tom fez o que poucos fazem no cinema: o vilão ser mais amado que o herói. Impossível não amar, quer saber porque? O sorriso radiante. É lindo não dá pra negar. Dança bem. 4. Sexy até enquanto interpreta.   5. Sempre simpático. 6. Escuta os fãs e começou a também a cantar “Get Lucky” do Daft Punk como “Get Loki” porque eles o fazem (aliás, é por isso que ele dança Get Lucky…

  • Filmes,  Geek/Nerd

    Thor: O mundo sombrio.

    Em “Thor: O Mundo Sombrio” os caminhos de Thor e Jane se cruzam novamente enquanto um mal antigo desperta em busca de vingança e trazer a escuridão de volta aos nove reinos. Confesso que não vi nada sobre o filme antes de ir assisti-lo, com exceção do trailer que estava sendo exibido nos cinemas, então não tinha exatamente expectativas. Thor 2 me agradou muito mais que o primeiro, com muito mais cenas de ação, um pouco menos de piadas exageradas e ritmo mais intenso. Como todos os filmes da Marvel, não vá atrás de grandes tramas e discussões filosóficas, Thor não tem nada disso, é um filme divertido de ação,…

  • Filmes,  Geek/Nerd

    Círculo de Fogo

    Há mais ou menos um mês, já bem atrasada eu diria, assisti a última produção do diretor Guillermo del Toro: Círculo de Fogo. Fui ao cinema sem muita expectativa, não li nada sobre e não vi trailers (a não ser o spot ridiculamente rápido da TV). Sabia apenas que o filme tinha robôs gigantes. Como o filme estreou em agosto e fui somente em setembro assistir, a única sala que encontrei era o tal do 4D que eu também não conhecia ainda. E para quem ainda não sabe são as salas com efeitos de luz, cheiro, água, cadeira balançando, etc. Logo de cara o filme te diz “Kaiju= Monstro gigante…