Cortar ou não o cabelo?

Meu cabelo está enorme. Está no seu maior comprimento em ANOS, porque desde que comecei a cortar “joãozinho” não tive mais paciência para esperar crescer de novo, até então.

Já são dois anos e meio sem tirar o comprimento do cabelo, a não ser mudar o corte como fiz com o sidecut.

cabelos

Estou adorando o cabelão, posso fazer coques e rabos de cavalo e variar nos penteados, o único problema é que meu cabelo não é liso. Não que eu ache que só cabelo liso seja bonito, mas o meu dá um trabalhão manter ele natural e para domar o dito cujo eu sempre apelei para progressivas.

Entenda que eu sou prática e odeio passar horas arrumando o cabelo, com cabelo liso eu passo uma escova rapidinho e pronto.

O problema é que meu cabelo cresce muito e está ficando muito comprido e agora com a gravidez não posso fazer progressiva. Está difícil domar essa juba e eu canso tentando arrumar o cabelo.

Com o tempo a tarefa vai ficar ainda pior: a barriga cada vez maior e depois a falta de tempo com o bebê. Por isso venho pensando em cortar de novo.

Não curtíssimo como eu costumava cortar, mas pelo menos no ombro (e manter o meu sidecut).

Meu medo é cortar e, caso engorde muito e fique com uma barriga imensa, ficar com o rosto mais bolota e redondamente grande do que já tenho.

Cabelo curto e carão será uma combinação tensa né. Então eu estou aqui na dúvida se corto ou não o cabelo.

A escolha entre o “prático com cara enorme” e o “trabalhoso mais apresentável”. Como faz amigos?