14 coisas para ser ou fazer em 2014

14 coisas para ser ou fazer em 2014 // Esse post é faz parte de mais uma blogagem coletiva, dessa vez do grupo Rotaroots.

Adoro esse projetinhos com metas, me ajudam a ser mais organizada e lembrar das coisas que quero fazer ao longo do ano. O 101 coisas para fazer em 1001 dias por exemplo tem me ajudado muito a cumprir metas, ele está sempre lá me cutucando mentalmente. Então decidi participar dessa blogagem, já que no fim do ano vamos ter um balanço do que foi e não foi.

 14 coisas de 2014

1 – Ser mais saudável.

Acho que a maioria das pessoas não olha para a própria alimentação e pensa que não é saudável né? Eu fiz quase 2 anos de acompanhamento com nutricionista e achava que estava comendo melhor, evitava gordura, não comia salgadinhos, esse tipo de coisa. Bom, era o que eu achava na minha cabecinha, até descobrir um problema no estomago e no esôfago e ter que fazer uma dieta super rigorosa por meses. Na verdade ainda estou nela e sei que vou ter que continuar seguindo com ela em praticamente 90% do meu tempo se não quiser ter problemas de saúde de novo. Então por isso ser saudável é uma das coisas que eu tenho para fazer nesse ano.

2 – Ser organizada.

Eu sou uma bagunça o tempo todo. Minha bolsa é bagunçada, meu guarda-roupas é bagunçado, minhas gavetas são uma zona. Eu não sei seguir uma agenda, não tenho cronograma para nada. E isso é um problema. Aliás, esse é mais um dos motivos para eu gostar de fazer esse projetos com metas: sou uma bagunça total, se eu não tiver algo para seguir a risca vou prometer um milhão de coisas e não vou cumprir nem 0,01% delas. Não quero virar uma Mônica da vida e ser bitolada em organização para tudo, mas quero ter o mínimo de organização que deixe minha vida mais prática e que me ajude a não perder meu celular dentro da minha própria bolsa a ponto de ter que ligar para ele para achar.

monicageller

3 – Costurar mais.

Comprei minha máquina de costura em março de 2013. De lá pra cá eu arrumei várias roupas, fiz barras, fiz capas de almofada, apertei roupa largar. Mas não costurei de verdade por mais que goste de fazer. Não fiz nenhuma peça para mim e quero fazer esse ano.

4 – Ler mais.

Eu sempre adorei ler. Em 2012 bati meu recorde de leitura e cumpri toda a minha meta. Já em 2013 fui um fracasso, li meia dúzia de livros e passei muito longe de cumprir minha meta de leitura para o ano. Boa parte foi uma mistura de desanimo com falta de tempo e depois só falta de tempo mesmo desde que fui trabalhar na agencia. Esse ano quero que seja diferente, quero voltar para as maratonas de leitura.

5 – Não estressar.

Eu sou uma pessoa facilmente irritável. É muito fácil me tirar do sério e isso é um problema. Quando fico nervosa sinto dor de estômago. Isso remete ao meu problema de saúde ali do número 1. Preciso ser mais tolerante, deixar mais as coisas pra lá e tudo é por mim. Sem estresse minha vida vai ser muito melhor.

Worst-Grumpy-Cat

6 – Desenhar mais.

Sempre gostei de desenhar, desde criança, mas não sei porque com o tempo parei de fazer isso. Ano passado decidi retornar porque é algo que gosto muito e entrei num curso de desenho artístico. Infelizmente em 2013 não pude me dedicar o quanto queria, quero desenhar mais em 2014. A foto embaixo postei semana passada no projetc 365, o último desenho que terminei.

7

 

7 – Tatuar mais.

Porque as tatuagens que você tem nunca são suficientes, tenho seis e acho pouco. Todo mundo que tem tatuagem sabe que é assim, toda hora surge uma ideia nova. Tenho uma espécie de fila das tatuagens que quero fazer. As vezes me empolgo demais com determinado desenho que quero e ele fura a fila. Foi assim com a minha tatuagem da Gipsy Danger. Mas a verdade é que não tatuo sempre que quero, acabo deixando para depois e a fila só cresce. Quero tatuar mais em 2014!

GipsyDanger

8 – Fotografar mais.

Mais fotos? É, mais fotos. Eu amo fotografia e tenho uma coleção de cameras analógicas. Consequentemente eu tenho um estoque de filmes fotográficos de todos os tipos. Agora pergunta quando foi a última vez que terminei um filme… Foi em MAIO de 2013 e eu nem revelei! Tenho um monte de filmes sem revelar e mais outro monte de filmes fechados. Então preciso fotografar mais.

9 – Ser mais ousada na vida.

Eu tenho um pé atrás com tudo. As vezes tenho uma ideia e não coloco em prática porque penso que sei lá o que vai dar errado e fico na preguiça de fazer. Preciso ousar mais e deixar de pensar “e se”. Tenho que ir e fazer, o não eu já tenho, o pior que pode acontecer é a ideia dar certo e me dar algum retorno bom.

10 – Balé.

Não sei dizer há quantos anos eu fico falando “Esse ano vou entrar no balé”. Eu acho lindo e sou louca para fazer. Uns 3 anos atrás cheguei a ir numa escola de balé perto de casa e ver que eles tinham turma de iniciantes para adultos, mas nunca voltei nem para ver uma aula e saber como é. Que esse ano seja diferente.

11 – Viajar mais.

A verdade é que praticamente não viajo, tirando uma volta aqui e ali, uma ida ao interior, raramente viajo. Porque, além de tudo, tenho gatos e sou maluca, acho que se eu ficar muito tempo fora vou voltar e encontrar dois corpinhos felinos em casa, mesmo que minha sogra more no mesmo prédio e sempre passe lá para ficar com eles. Quero mudar isso e quero viajar, conhecer lugares que sempre quis e deixei para lá.

12 – Usar mais protetor solar.

Eu costumo usar protetor solar sempre que está sol. Mas branca como eu sou parecendo papel, deveria usar todos os dias. Minha meta é lembrar de ter um na bolsa e de usar sempre antes de sair de casa. É uma questão de saúde e não só vaidade.

sol

13 – Decorar o apê.

O apê que eu moro não é meu, então nunca me preocupei de ficar dando toques pessoais, colocar quadros, pintar de cor diferente. Mas como ultimamente o preço dos imóveis está uma palhaçada eu não quero sair daqui tão cedo e decidi mudar. Tenho inclusive o papel de parede que quero, os quadros, tudo. Já que vou continuar por aqui quero deixar ele a minha cara, não só mais um apê genérico que poderia ser de qualquer um.

14 – Ter um trabalho amado.

Como assim trabalho amado? É trabalhar de verdade, não ter um “serviço”. Quero um emprego que eu ame levantar pra ir trabalhar todo dia. Até agora cheguei perto disso, mas só bateu na trave. Também quero que ele seja perto de casa. Chega de levar 3 HORAS para chegar e mais 3 horas para voltar para casa. Qualidade de vida eu exijo.

Bom, essa foi minha lista! Espero cumprir tudo e vou me empenhar em cumprir. E você, já pensou o que quer para esse ano?